Sal – Vilão ou Mito?

Sal Himalaia

A polêmica sobre o sal em nossa alimentação. Você vai descobrir isso hoje com detalhes.

Uma das coisas que ouvimos sobre alimentação é que o sal faz mal a saúde, pois aumenta a pressão. De acordo com pesquisas recentes e materiais publicados pela Oxford Academic, vêm mostrar que não é bem assim.

A população está acostumada a assistir programas na TV ou até mesmo ler em revistas, campanhas de combate ao consumo de sal ou redução do sódio, impondo até limites ao seu consumo, afirmando que ele está ligado à pressão alta e problemas cardiovasculares.

Houve revisões científicas mostrando que não existem evidências que a redução de sal na alimentação melhore a saúde cardíaca e nem a pressão sanguínea.

De acordo com as pesquisas, o consumo deve ficar entre 3 a 6 gramas aproximadamente. Essa medida mostrou melhores benefícios para à saúde. Uma quantidade menos que 3 gramas  ou maior que 6 gramas diárias pode prejudicar a sua saúde.

Abaixo assista um vídeo, no qual Rodrigo Polesso do Emagrecer de Vez e Tribo forte, que é certificado em nutrição otimizada para saúde e bem-estar pela Universidade Estadual de San Diego na Califórnia, EUA, faz um análise sobre o assunto.

Sal do Himalaia

O sal é indispensável para o funcionamento do organismo, mesmo sendo visto como um vilão e desencadeador de uma série de doenças. Já vimos que a sua ausência ou seu excesso, pode prejudicar o nosso corpo.

sal himalaia

O sal marinho é o mais usado, mas uma espécie tem chamado nossa atenção: o sal rosa do Himalaia. Esse alimento livre de poluentes e toxinas, formado a cerca de 250 milhões de anos, é considerado o sal mais puro e sua coloração rosa provém de uma pequena quantidade de óxido de ferro presente nele.

Meia colher de chá contém uma grama de sódio, nesse caso pode-se consumir uma quantidade maior do que o sal normal, mas com moderação.

Gostou do artigo?
Que tal aprender receitas simples, saborosas e saudáveis.
Preparação em poucos minutos e qualquer um pode fazer.
Receitas com quantidade
de calorias, proteínas, carboidratos e gorduras.

Clique Aqui!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *